UniSol e Duke Energy encerram mais um ciclo de projetos na região do Paranapanema

Foram 12 meses de apoio a projetos de Instituições de Ensino Superior (IES) em três municípios do interior de São Paulo, nos quais professores e, principalmente estudantes universitários, vivenciaram um ambiente de formação que foi além dos muros da universidade, colocando todo o conhecimento produzido em sala de aula à disposição das comunidades do entorno, em prol do empoderamento de grupos de catadores de material reciclável, empreendedores e pequenos produtores rurais.

As ações e os resultados desse ciclo de apoio aos projetos vencedores do Prêmio Duke Energy – Energia da Inovação foram apresentados aos parceiros locais e comunidades em um evento organizado pela Faculdade de Ciências Educacionais e Sistemas Integrados (FACESI/UNIESP), no dia 05 de maio, em parceria com a Associação de Pais e Surdos de Ibiporã (APASI), onde é desenvolvido o projeto PROSURDO, uma das iniciativas apoiadas pela segunda edição do Prêmio.

 

Estudantes, professores e representantes das comunidades apoiadas puderam relatar, além dos resultados conquistados em cada projeto, aprendizados e desafios na implementação de um projeto extensão.

Exemplos como o da construção de um empreendimento comunitário, como foi o caso do laboratório gastronômico, executado pela FACESI; da adequação da casa de reunião dos produtores para um espaço de manipulação e de desidratação dos produtos cultivados no assentamento rural OASIS, na comunidade de Jacarezinho, coordenado pela Faculdade do Norte Pioneiro (Fanorpi) e da mudança de venda individual para a comercialização em rede realizada pelos catadores de materiais recicláveis da ACLU, conduzido pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Ourinhos, no interior de São Paulo.

Segundo o professor universPrêmio Duke Energyitário, fundador e consultora voluntário do UniSol, Luiz Fernando Coelho de Souza, , “…As IES e os grupos comunitários ainda têm muitos desafios pela frente. O apoio da Duke Energy e do UniSol foi fundamental para dar concretude e validar os projetos de professores e estudantes, bem como criar condições para melhorar a comercialização dos produtos e serviços desenvolvidos com base no potencial das comunidades.”

O Prêmio Duke Energy – Energia da Inovação foi lançado em 2012 e visa contribuir para o desenvolvimento local dos municípios de atuação da Duke, com base no conhecimento gerado nas Instituições de Ensino Superior (IES) em São Paulo e no Paraná, e nas demandas e vocações das comunidades beneficiadas nas ações.

Acesse o site do UniSol e saiba os detalhes de cada um dos projetos ganhadores da 2ª edição.